O Relacionamento Energético

Todos nós já vivemos juntos quando componentes da luz primordial, dai a sensação vez por outra, de estarmos vivenciando momentos ou relacionamentos já experienciados.

Todos os ritos e dogmas que a sociedade desenvolveu através dos tempos, foram para lembrar da divindade que habita em cada um e do tamanho da responsabilidade pela vida manifestada. Quando pedes perdão por tuas falhas, estas em verdade, buscando justificar pra ti mesmo o afastamento que tiveste de teu propósito inicial, exercer a divindade que és em toda sua plenitude, apesar da precariedade de tua existência hominal.

O formato energético que assumimos ao virmos para essa dimensão terrena, não desqualifica a energia primordial que nos é abrangente. Foi necessário esse formato vibratório para que o proposito existencial se realizasse, mas o envolvimento do humano com formatos energéticos alheios ao seu como a ganância, a luxuria, o ódio e os prazeres de um modo geral, fizeram com que através dessa contaminação, o humano passasse a viver na ignorância de sua luz.

Vivendo agora nas dificuldades da escuridão, busca fora de si apoio para caminhar na direção escolhida por aqueles a quem por ventura seguir. Essa é a roda de Sansara, ciclo de vida e morte escolhido por aqueles que ainda ignoram a força de sua divindade luz. Todos os Seres humanos, manifestam sua essência através da vibração física determinada por sua conexão com a divindade que o constitui.

Toda atitude gera um movimento e todo movimento, uma alteração energética em toda rede vibracional que constitui o universo manifestado. Sendo assim, toda atitude gera ondas que modificarão o entorno de cada ser vivo, interferindo na forma de projeção do manifesto.

O que consideramos todo, depende de nossa percepção de poder em modificar. Então, cada humano interpreta a vibração que se apresente, conforme seu potencial de sintonia para com tal formato energético.
A energia primordial está em constante movimento vibracional, disponibilizando infinitas possibilidades conforme o potencial vibracional daquele que busque acesso. Tudo já está pronto aguardando conexão para manifestação de forma.
A premissa da manifestação é estar consciente do poder divino em si e do merecimento do exercício deste poder em sua plenitude.
Definir que tudo que existe em seu campo de visão, é manifestado por tua conexão com o já existente no campo cósmico, mas que se formata, segundo a consciência que tenhas do momento que se apresenta.
Então, fica claro que os seres humanos são os únicos que tem capacidade de determinaram como definir seu amanhã, através de atitudes que esteja tomando no agora. Só o humano tem liberdade de escolha. Só os humanos podem ser o que quiserem ser, ter o que quiserem ter, os outros seres vivos não conseguem mudar seu destino, apenas vivem uma única faixa de sintonia.
Mesmo sabendo disto, o ser humano sempre acreditou que sua vida depende do alinhamento dos astros, das condições climáticas, da disposição dos outros, de uma divindade fora de si, enfim, de tudo, menos de sua atitude perante sua existência.

É hora de acordar. Sintonize-se com sua verdade e busque viver em cada passo, a essência de sua divindade, permita-se ser Feliz.

Namastê

pointer01 - O Relacionamento Energético
DE​​​​​​​SCUBRA, TOTALMENTE GRÁTIS,   COMO MUDAR RADICALMENTE A SUA VIDA E PASSAR A VIVER PLENAMENTE, "SEM LIMITES."
Clique abaixo e receba gratuitamente o e-book REPROGRAMANDO O SEU DNA
capa ebook popup - O Relacionamento Energético
Comentários
2017-09-19T17:58:07-03:00

Sobre o autor

Ademir A. Fulber
Ademir A. Fulber é Coach de saúde e Terapeuta Ayurveda Quântica. Desde os 14 anos, inconformado com os padrões convencionais, iniciou sua busca por uma nova maneira de pensar e se relacionar com os acontecimentos externos. Em sua trajetória profissional, pertenceu à aeronáutica e atuou como odontólogo por vários anos, porém para dar asas à sua aspiração desde adolescente, abandonou o sistema convencional e passou a dedicar-se exclusivamente às terapias alternativas, indo "beber diretamente na fonte". Na Índia iniciou-se na técnica milenar ayurveda e passou a dedicar-se às "curas de todos os males".